ENFERMAGEM ATUA COM COMPETÊNCIA NA CAMPANHA CONTRA A COVID19

Por 23 de fevereiro de 2021 Notícias 2 Comentários
vacinacao-660x372

Em carta aberta ao Cofen, Deputada pede agilidade na apuração de atos anti éticos e afirma que atitudes fora da lei de alguns não podem manchar a seriedade de toda uma categoria.

 

“Senhora Presidente,

Venho manifestar meu apoio à manifestação deste Conselho Federal na apuração dos fatos envolvendo profissionais da categoria no processo de imunização emergencial contra a Covid19.

A atitude antiética dos profissionais flagrados simulando a aplicação de doses, episódios nomeados como “vacina de vento”, são casos isolados e não podem constranger toda uma categoria que atua com competência técnica e responsabilidade ética, comprometida com a eficiência e eficácia do seu exercício profissional.

A maioria absoluta da Enfermagem, em todo o Brasil, é competente e responsável, e não pode de forma alguma ter sua imagem manchada junto à sociedade por atos criminosos praticados por uns poucos trabalhadores que infringem  às leis e colocam em risco a vida de terceiros. A categoria espera que os fatos  denunciados sejam esclarecidos de forma ágil, que os responsáveis por estes atos infracionais sejam punidos a rigor, e que o empenho dos Corens e os resultados das apurações ganhem na mídia a mesma repercussão e espaço dedicados aos lamentáveis episódios ocorridos de maneira isolada.

Cabe ressaltar que o Coren-Rj vem atuando exemplarmente, não somente em relação aos episódios de simulação de aplicação da vacina contra a Covid19, mas também em  defesa dos profissionais de enfermagem, que sob ameaças, são obrigados a aplicar a vacina em pessoas de público diverso do determinado pelo calendário do Plano Nacional de Imunização.

Apesar de os profissionais de Enfermagem vacinarem milhões de pessoas todos os anos e de os casos falhos apontados nesta campanha contra o coronavírus não serem rotineiros, a categoria necessita de treinamentos e educação permanentes como rotinas nas unidades de saúde públicas e privadas.

É de grande importância  garantir a todos a atualização sobre os protocolos e novos materiais e insumos  que vem sendo disponibilizados no processo vacinal, como seringas de alta performance com capacidade de liberar mais doses do que as usualmente utilizadas.

A enfermagem foi e continuará sendo o personagem principal no enfrentamento à pandemia e a defesa dos profissionais e de nossos princípios éticos deve ser uma constante pelo sistema Cofen/Corens.

Seguimos juntos na luta por uma saúde pública de qualidade, com foco na ciência e na valorização de  seus trabalhadores.

Deputada Enfermeira Rejane

(Foto: reprodução)

2 Comentários

  • Ivone Torres disse:

    Que triste situação. Além de sermos administrados por um.presidente que tem comportamento psicopatico, um genocida, ainda sofremos ameaças e boicotes na busca da solução mais eficaz- a vacina.

  • Wilson Gil Bomfim Silva disse:

    Sou Técnico. De Enfermagem aposentado ,esse fato ocorrido confesso que me deixou muito, triste e decepcionado, tenho meus pais com idade avançada e quando fui levalos para vacinação, confesso que fiquei muito preocupado, mas esses fatos são isolados , temos muitos profissionais gabaritos e responsáveis, não devemos criticar e sim apoiar os que trabalham, com dignidade e amor pelo próximo.
    Agora as laranjas podres tem que jogar fora…

Comente