INSTALADO NO RIO COMITÊ EXECUTIVO DE FUTEBOL FEMININO

Por 21 de dezembro de 2018 Notícias Sem comentários
INSTALAÇÃO COMITÊ FUTEBOL FEMININO

Como Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Alerj e autora da Lei nº 7576/2017 de Fomento ao Futebol Feminino, participei neste quinta-feira, 20 de dezembro, da instalação da Coordenação do Grupo de Trabalho que dará prosseguimento aos debates e implementação de ações de incentivo ao futebol praticado por mulheres no Estado do Rio de Janeiro.

Os sete (7) integrantes do Comitê Executivo do GT foram escolhidos por consenso, em reunião da qual participaram 26 representantes da sociedade civil militantes no segmento do futebol feminino, como o movimento de mulheres – CEDIM e UBM, Sindicato de Treinadoras; advogados de direito desportivo, atletas e jornalistas da área.

A Coordenação, integrada por Marisa Pires, capitã da seleção brasileira de futebol feminino em 1996; Andrea Karl, do Sindicato dos Treinadores de Futebol Profissional do Estado do Rio de Janeiro; o técnico Sias Rangel; Jorge Loirinho, idealizador do Projeto Loirinho; Ana Kerlly, da divisão de esportes femininos do Cedim ; Martha Bandeira e Márcia Bezerra, será a interface com órgãos governamentais e entidades privadas para fazer o futebol feminino avançar no Rio de Janeiro, apresentando as demandas propostas coletivamente pelo Grupo de Trabalho.

Dificuldades

O GT é aberto a todos aqueles que tenham envolvimento com o futebol feminino no Estado e queiram contribuir para o desenvolvimento da modalidade praticada por mulheres. Embora com formações e experiências diversas, é consenso entre os seus membros que o futebol feminino no Rio sofre com a falta de recursos, com a ausência de campeonatos e com o pouco incentivo ao esporte de base, sendo urgente e necessário reverter esse quadro. O Rio de Janeiro tem atualmente apenas 16 clubes filiados à Confederação Brasileira de Futebol, apesar de o esporte ser amplamente praticado por times femininos, em condições precárias, em inúmeros municípios do Estado e bairros cariocas.

Verbas para as meninas

Para sanar a falta de recursos, além da Lei do Fomento, apresentei emendas ao orçamento do Estado para 2019, destinando verbas ao incremento do futebol feminino. São aproximadamente R$500.000,00 ( quinhentos mil reais) a serem aplicados em torneios de futebol feminino em conjunto com a Federação de Futebol do estado do Rio de Janeiro e projetos sociais que tenham o futebol feminino como foco, em municípios fluminenses. A fim de garantir a aplicação das verbas destinadas em orçamento, solicitei uma audiência ao governador eleito Wilson Witzel para tratar da liberação das emendas.
Motivos não vão faltar para sensibilizar o novo governador: ano que vem será disputada a Copa do Mundo de Futebol Feminino, que pela primeira vez será transmitida pelas TVs brasileiras e, em 2020, o Rio de Janeiro sediará os jogos Pan-Americanos Masters, para atletas não-profissionais com mais de 30 anos. E temos Marta, escolhida a melhor jogadora do mundo por seis anos consecutivos!

Comente