“A MULHER E O CÂNCER DE MAMA NO BRASIL” EM EXPOSIÇÃO NA ALERJ

Por 18 de outubro de 2019 Notícias Sem comentários
INAUGURAÇÃO EXPOSIÇÃO

A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher inaugurou nesta quinta-feira, a exposição “A Mulher e o Câncer de Mama no Brasil”, parte da programação do Outubro Rosa da Alerj. São 22 painéis apresentando a mama em seus diversos aspectos, do histórico às artes, passando pelo seio como instrumento de representação feminina até as formas de manifestação da doença no início do século e os recentes tratamentos.
Para a Deputada Enfermeira Rejane, presidente da Comissão, a exposição é uma ótima oportunidade para as mulheres tomarem conhecimento da importância do auto exame:
– Os quadros mostram como é fundamental a mulher se tocar, não ter medo de apalpar seu seio. Saber precocemente se tem algum nódulo ou alguma coisa diferente com a sua mama dá a ela a chance de procurar a assistência necessária para o tratamento e cura.
A Deputada ressaltou sua luta por políticas públicas de saúde que garantam às mulheres o acesso à rede de assistência , de forma plena:
– As mulheres usuárias da rede pública têm muitas dificuldades em conseguir realizar os exames. Entre a identificação do problema, da suspeita de câncer de mama, e a mamografia, o tempo de espera é grande. A Alerj chegou a doar verba para a compra de cerca de 20 mamógrafo para atender à Baixada, zona oeste e interior. Mas não tem profissionais especializados, mão de obra qualificada para executar os exames. Nossa luta, portanto, continua, para que o Estado garanta esse direito às mulheres fluminenses.
A inauguração no salão nobre do Palácio Tiradentes foi bastante prestigiada. Participaram convidados, deputadas que integram a Comissão de Mulheres da Alerj e Alessandro Batista, diretor do Museu da Vida, da Fiocruz, que em parceria com a CDDM/ALERJ está realizando a exposição.
A mostra “A Mulher e o Câncer de Mama no Brasil ” poderá ser visitada até o dia 31 de outubro, no Salão nobre da Assembleia legislativa do Rio, de segunda a sábado, das 10h às 17h.

Comente