ACORDO COLETIVO COM FUNDAÇÃO SAÚDE GARANTE A AUXILIARES E TÉCNICOS DE ENFERMAGEM ESCALA DE 24X120H

Por 12 de maio de 2016 Notícias One Comment
2016-05-11 23.53.18

Auxiliares e Técnicos de Enfermagem da Fundação Saúde passarão a dispor, em breve, da escala de 24×120 na jornada de trabalho. Foi assinado nesta quarta-feira, 11 de maio, o primeiro acordo coletivo entre a Fundação e as entidades representativas dos trabalhadores. A oficialização teve o apoio do SATEMRJ e da AFERJ, recém-criada Associação dos Fundacionistas, que contou com a orientação e respaldo da Deputada Enfermeira Rejane para ser legalizada como entidade de classe.

A parlamentar, que participou da solenidade de assinatura, considerou um avanço nas conquistas da categoria:

– Foi um longo passo e uma vitória da classe trabalhadora da área da saúde. Embora sejamos ideologicamente contrários à gestão das OSs por considerarmos que a saúde é um direito de todos e um dever do Estado, as mudanças na Constituição em 97 abriram espaço para que as empresas privadas assumissem esta administração, antes uma obrigatoriedade do Poder Público. E a Fundação Saúde é a que, neste momento, no Rio de Janeiro, mais avança no trato com os trabalhadores.

A Deputada avalia que os funcionários da Fundação são agora celetistas e é justo que tenham seus direitos garantidos por um acordo coletivo de trabalho e não mais pelas regras do funcionalismo público. Enfermeira Rejane relembra que o reajuste de auxiliares e técnicos vinha seguindo os índices do Piso Salarial Regional e que a partir de agora virá através do dissídio da categoria, em negociação direta com os dirigentes da Fundação.

A presidente da AFERJ, Joanna Darc, também considerou uma vitória a formalização do acordo, fruto de muito empenho e consulta aos trabalhadores:

– Visitamos todas as unidades do Estado sob a gestão da Fundação. Nos reunimos com todos os profissionais e ouvimos de 95% da categoria o desejo pela escala de 24x120h. Essa jornada é de extrema importância para os trabalhadores e traz benefícios à qualidade de vida, pois a maioria dos profissionais mora distante do local de trabalho, estuda ou tem mais de um vínculo empregatício, o que os deixa exaustos podendo refletir no atendimento à população.

O acordo coletivo beneficiará aproximadamente 2.000 auxiliares e técnicos de enfermagem em todo o Estado e é mais um passo para a conquista das 30horas, anseio de toda a Enfermagem.

2016-05-11 23.49.32

Um Comentário

Comente