DEPUTADA HOMENAGEIA PROTAGONISTAS NA LUTA EM DEFESA DOS DIREITOS DAS MULHERES

Por 10 de março de 2018 Notícias One Comment
PRÊMIO LEOLINDA DALTRO 2018 1

O plenário do Palácio Tiradentes pareceu pequeno na manhã deste dia 8 de março, diante da animação e do orgulho das mulheres de vários segmentos e locais do Estado, que lotaram a Alerj para acompanhar a entrega do Prêmio Diploma Mulher Cidadã Leolinda Daltro.

Presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Alerj, a Deputada Enfermeira Rejane, homenageou 10 mulheres fluminenses que se destacaram na luta pela igualdade de gênero, pelo fim da violência contra a mulher e em ações por mais espaço e participação da mulher na política e em outras esferas de poder.

Nesta 15ª edição do Prêmio houve recorde de indicações, o que foi atribuído pela Deputada Enfermeira Rejane ao crescente empoderamento feminino e a um maior envolvimento de entidades governamentais e da sociedade civil nas questões de gênero. Trinta e duas mulheres concorreram ao prêmio, que homenageia aquelas que mais se destacam pelo protagonismo na luta em defesa dos direitos da mulher.
– Foi uma grata surpresa podermos constatar que muitas ações vem sendo desenvolvidas em comunidades, nas escolas, por associações de moradores e em nichos de populações femininas minoritárias e excluídas, como a de mulheres portadoras de nanismo, disse a Deputada. Homenageamos a diversidade!

Uma das premiadas foi Kenia Maria de Souza Rio, advogada, presidente da Associação de Nanismo do Rio de Janeiro, na luta há mais de 20 anos contra o preconceito contra pessoas com nanismo, que destacou a importância do Prêmio:
– Somos mulheres e deficientes, o que potencializa o preconceito contra nós. Um prêmio como este nos dá visibilidade e respeito!

Também receberam o Diploma Leolinda Daltro:

Terezinha Ruade – fundadora do Movimento Articulado de Mulheres e Amigas de Saquarema (MAMAS) voltado para o cuidado e atenção às mulheres vítimas de violência doméstica. Participa do Projeto Violeta do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ). Indicada pelo Movimento de Mulheres de Saquarema.

Clátia Vieira – coordenadora executiva do Fórum Nacional de Mulheres Negras- FNMN e do Fórum Estadual de Mulheres Negras- FEMN-RJ; Conselheira do Conselho Estadual dos Direitos da Mulher – RJ/CEDIM e integrante do colegiado do 1º Fórum Permanente de Diálogo das Mulheres Negras com o Poder Legislativo/ALERJ. Indicada pelo CEDIM RJ.

Fabrícia Nogueira Siqueira – advogada, técnica jurídica do CIAM Baixada e CEAM Queimados. Realiza atendimento a mulheres vítimas de violência. Indicada pelo CEAM Queimados.

Kátia Damiana A. P. Lobo – funcionária pública, ativista na causa da mulher há 30 anos, atuando fortemente na campanha Pelas Diretas Já, foi subsecretária de políticas para as mulheres da cidade do Rio de Janeiro, e atualmente preside o PMDB Mulher no Estado do Rio de Janeiro; vice-presidente da Regional Sudeste. Indicada pelo PMDB.

Maria José Latgé Kwamme – trabalha em atividades políticas desde 1960, tendo participado da fundação do Partido Democrático Trabalhista (PDT). Atualmente é presidente nacional e estadual do Movimento de Aposentados, Pensionistas e Idosos (MAPI) do PDT. Indicada pelo PDT.

Orlinda Claudia R. de Moraes – policial militar, é major e coautora do Dossiê Mulher ISP/SESEG, membro da Comissão Especial de Segurança da Mulher do CEDIM RJ e do Fórum Permanente de Violência Doméstica e de Gênero da Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ). Indicada pela Associação de Mulheres Beth Lobo de Volta Redonda e Região.

Suely Lopes Magalhães – desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ), já foi presidente da Comissão Judiciária de Articulação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a mulher (CEJEM). Atualmente, comanda a Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (COEM). Indicada pela Juíza Adriana Ramos.

Inês Pandeló – ex-deputada estadual e criadora do Diploma Mulher Cidadã Leolinda Daltro. Também conselheira do CEDIM, indicada pelo Fórum de Prevenção e Enfrentamento à Violência contra a Mulher da Região Sul Fluminense.

A solenidade foi concorrida, com a presença de vários parlamentares da Casa, das deputadas Márcia Jeovanni e Danielle Guerreiro, que integram a Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, da presidente estadual da UBM, Helena Piragibe, da presidente do Coren-RJ, Ana Lúcia Telles entre outras personalidades que prestigiaram o Prêmio.

Um Comentário

  • kenia rio disse:

    Enfermeira Rejane, muito obrigada pelo carinho . Em nome da instituição a qual sou Presidente ANAERJ, foi uma honra muito grande ter participado desse evento.

Comente