COOPERATIVAS DE SAÚDE SERÃO FISCALIZADAS

REUNIÃO 05.05

Profissionais de enfermagem que atuam no setor de home care podem começar a vislumbrar um novo cenário. Conduzido pela Deputada estadual Enfermeira Rejane, um grupo de trabalho irá normatizar o exercício profissional dos trabalhadores que atuam em domicílio e vem sofrendo há anos todo tipo de assédio e abuso, sem contar com qualquer tipo de Amparo trabalhista e judicial. Há inclusive relatos de crimes, como profissional mantido em cárcere privado, que acabaram na polícia. Para evitar a ocorrência de episódios como estes e também de desvio de função, jornada excessiva, falta de fornecimento de alimentação,proibição de descanso durante a jornada e remuneração equivocada, haverá uma normatização da legislação do setor. As cooperativas as quais os trabalhadores da enfermagem em home care são associados também serão fiscalizadas. Para a Deputada Enfermeira Rejane,as cooperativas agem de má fé: “Enfermeiros, auxiliares e técnicos que estão nas cooperativas que prestam serviço às home care são associados, e como tal devem dividir ônus e bônus. Estes profissionais não são empregados das cooperativas e portanto não tem o mesmo tipo de remuneração que é inerente à legislação trabalhista, com salário estabelecido e carteira assinada. O que fazem é um desrespeito e os profissionais, por desconhecimento do funcionamento e por necessidade, aceitam o que é oferecido, sofrendo depois com os abusos!”
Participarão do grupo de trabalho de normatização representantes dos sindicatos de enfermeiros, auxiliares e técnicos e Coren- RJ, que estiveram reunidos com trabalhadores e a Deputada Enfermeira Rejane nesta sexta-feira, na Alerj. Será agendada também para breve uma reunião com a Superintendência Regional do Trabalho para tratar da fiscalização nas cooperativas de saúde no Estado.

3 Comentários

  • Casemiro Duarte disse:

    Finalmente Deputada uma boa Notícia.
    Eu aguardo a muito tempo o desenrola desta história.
    Tomará que seja verdade.

  • Casemiro Duarte disse:

    Casemiro Duarte disse:
    O seu comentário está aguardando moderação.
    10 de maio de 2017 às 19:42
    Finalmente Deputada uma boa Notícia.
    Eu aguardo a muito tempo o desenrola desta história.
    Tomará que seja verdade.

  • Maria Pereira de Jesus Marcondess disse:

    Parabéns a Deputada Rejane, nós profissionais precisamos muito desse apoio.

Comente