TRABALHADOR DA SAÚDE PODERÁ TER PCCS

Por 5 de outubro de 2017 Notícias Sem comentários
pccs_saude_plano_de_carreira_sus 1

Vitória dos trabalhadores, esta semana, na Alerj, fortalece a luta dos servidores da saúde pela implementação do Plano de Cargos, Carreira e Salários. Os estatutários da saúde fluminense esperam há mais de 15 anos pela implantação do PCCS.

Emenda ao projeto de lei 2.885/17, do Executivo, que formalizou a adesão do Rio ao Plano de Recuperação, garantiu que o PCCS da saúde não será afetado pelos limites impostos pelo acordo de recuperação. Ou seja, não sofrerá restrições quanto a aumentos salariais, pagamento de bônus, abonos e reajustes por mudança de cargo.

A emenda foi inicialmente rejeitada pelo Governador, mas em sessão na Alerj, a Deputada Rejane, com o apoio de mais de 50 deputados, conseguiu derrubar o veto.

“ Essa é uma luta antiga dos trabalhadores da saúde. Desde que estou na Alerj apresento projetos de lei para que haja a criação PCCS, valorizando estes servidores. Promovemos audiências públicas com os secretários que ocuparam a pasta, mas o PCCS nunca se tornou uma realidade, pois para os Governadores, a saúde sempre foi tratada como um negócio e até moeda de troca.”

A partir da publicação da Lei, o Governador Pezão tem 180 dias para enviar à Alerj o projeto instituindo o Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos servidores da saúde.

Para a Deputada, a implementação do PCCS trará de volta a dignidade do trabalhador da saúde, categoria pior remunerada no Estado, acrescentando que agora a “luta será para cobrar que Pezão envie o projeto à Alerj para votação, corrigindo essa injustiça.”

Comente