TRABALHADORES DA SAÚDE EM CAMPOS: NENHUM DIREITO A MENOS

Por 4 de junho de 2021 Notícias Sem comentários
CARD CAMPOS

Recebi de uma comissão de profissionais de Campos denúncias de que a Prefeitura está retirando direitos adquiridos pelos trabalhadores da saúde do município, que causarão grande impacto nos vencimentos, com redução salarial.  Entre essas, a alteração da forma de cálculo do adicional de insalubridade, previsto no estatuto dos funcionários municipais, respaldado por Lei publicada em 91 e regulamentada desde 2005! Outra preocupação dos trabalhadores é quanto à medida que o Prefeito Wladimir Garotinho quer impor, de reduzir a  gratificação por plantão, também prevista legalmente em lei. São decisões que prejudicam diretamente a vida desses trabalhadores. Em um momento de pandemia, tornam-se inadmissíveis e injustas. É necessário revê-las imediatamente!!  A taxa de transmissão de coronavírus está altíssima, os profissionais de saúde expostos diariamente à contaminação, trabalhando sob forte pressão, exaustos e salvando vidas, unidades de saúde próximas à carga total de leitos ocupados. Campos é o a maior município do estado em extensão territorial e, em abril, o sistema de saúde chegou a colapsar. Estamos enviando ao Prefeito Wladimir Garotinho um documento reafirmando nossa luta para que nenhum direito seja retirado dos trabalhadores da saúde de Campos e que seja revogada qualquer medida que se traduza em redução dos rendimentos dos profissionais, solicitando, ainda, que seja aplicado o grau máximo de insalubridade a todos que atuem na rede municipal de Campos dos Goytacazes.

Comente