AUDIÊNCIA PÚBLICA DISCUTE IMPACTO DA REFORMA DA PREVIDENCIA NA VIDA DAS MULHERES

Por 3 de abril de 2017 Notícias 2 Comentários
17759654_1494370860582414_3844969714004959488_n

A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, que presido na Alerj, irá discutir a reforma da previdência que o Governo Temer insiste em tonar uma realidade e que afetará todos os trabalhadores brasileiros.

As mulheres serão as mais prejudicadas. E, como consequência, a categoria da Enfermagem, com mais de 84% de profissionais femininas, será atingida em cheio. Expostas a jornadas duplas, às vezes triplas, e a uma atividade de grande desgaste, elas terão que trabalhar até os 65 anos, para ao final deste tempo receber cerca de 60% de seu último salário, a título de aposentadoria.

Vamos discutir o impacto desta Reforma da Previdência na vida das mulheres, no próximo dia 17 de abril, em audiência pública, na Alerj, às 10h00 da manhã.

A audiência é aberta a todos e para debater conosco convidamos a Deputada Federal Jandira Feghali , da Comissão Especial da Reforma da Previdência;  a Professora Denise Lobato Gentil, do Instituto de Economia da UFRJ; a Professora Hildete Pereira , da Faculdade de Economia da UFF e Kátia Branco , da CTB

Vamos resistir à PEC 287/2016 que retira dos direitos constitucionais dos cidadãos brasileiros !!!

2 Comentários

  • David de Souza Brandão disse:

    Prezada Deputada,
    Até que enfim sou convidado a uma audiência pública na ALERJ, sou Enfermeiro e muito descontente com a nossa política brasileira, votei na senhora quando foi a uma escola particular de Enfermagem na Glória, quando foi dar uma palestra e eu acabei convencendo meus alunos a assistirem a sua palestra num prédio da Avenida Presidente Vargas 502. Só queria dizer que me senti muito decepcionado quando a senhora foi eleita para deputada federal e não conseguiu mover o nosso PL 2295/2000 o mesmo continua nos arquivos daquela casa e não vejo nenhum movimento por parte dos políticos e removerem ele e colocarem em pauta, acho que esse será um momento de discutirmos frente a frente sobre o que podemos fazer para colocarmos em pauta o quanto antes aproveitando o debate em questão que aborda a reforma previdenciária e porque não falar da reforma trabalhista. Estarei lá no dia 17/04/2017 com certeza e vou procurar Vossa Excelência para um pequeno debate.

    Sem mais,
    Respeitosamente

    David de Souza Brandão

  • SONIA LATGE MILWARD DE AZEVEDO disse:

    Gde iniciativa. Tenho certeza que este debate sera mto útil

Comente