Deputada solicita a Secretário de Saúde revisão no decreto do adicional noturno

secre.munc.saúde

A Deputada Enfermeira Rejane reuniu-se na última terça-feira (30/05) com o Secretário Municipal de Saúde. A parlamentar solicitou a Marco Antônio de Mattos que seja revisto o decreto que estabelece o adicional noturno aos servidores da saúde. Solicitou que fosse autorizado o pagamento em caso de licença para tratamento de saúde, licença gestante, licença paternidade, em casos de afastamento por motivo de doença na família e por luto. Pelo decreto, os trabalhadores em férias ou de licença por período de 90 dias não fariam jus ao adicional noturno, e, conseqüentemente, aos encargos especiais, já que o mesmo encontra-se vinculado, o que traz prejuízos aos servidores. Em março, justificando falhas no cálculo, a Prefeitura deixou de pagar o adicional noturno a 6 mil trabalhadores da saúde, a maioria da enfermagem.

A Deputada aguardará o posicionamento do Secretário Municipal de Saúde quanto ao pleito encaminhado. Enfermeira Rejane afirma, porém, que é fundamental lembrar que a solução para os problemas da valorização e o resgate da dignidade dos servidores municipais da saúde é a implantação do Plano de Cargos, Carreira e Salários, com salário base justo e aglutinação de todas as gratificações, elaborado com a efetiva participação dos trabalhadores.

Comente